Segurança do trabalho: prevenir sempre é melhor do que remediar!

Segurança no trabalho - as mortes, acidentes e doenças relacionadas ao trabalho são uma questão de saúde pública

A segurança do trabalho, também conhecida como saúde ocupacional, é uma ciência que tem como objetivo principal a promoção da proteção do trabalhador em seu local de trabalho. Ela visa a redução de acidentes de trabalho e também a proteção do trabalhador, evitando doenças ocupacionais.

Segundo o Ministério Público do Trabalho, são registrados mais de 700 mil acidentes de trabalho e cerca de 2000 mortes por ano. Mesmo sendo muito altos, esses números representam apenas os empregados formais. Ou seja, as empresas que não assinam a carteira de trabalho têm ainda menos cuidado ainda com seus funcionários.

Acidentes de trabalho

Acidentes de trabalho são um dos principais motivos para afastamentos por longo período. Por isso, para evitá-los, o trabalho de conscientização da sua equipe deve ser orientado por profissionais especializados no cuidado com a saúde do trabalhador. Esse trabalho de sensibilização é feito pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), que é responsável por avaliar o ambiente em que os funcionários se encontram e apontar os possíveis riscos de suas funções.

Outras atividades e objetivos do setor de saúde ocupacional são:

  • Prevenção de acidentes;
  • Promoção da saúde;
  • Promoção de cursos e treinamentos;
  • Identificar, avaliar e controlar situações de risco;
  • Proporcionar um ambiente seguro e saudável para os colaboradores.

Mas afinal, por que investir em segurança do trabalho?

Nenhum investimento em segurança do trabalho é supérfluo e traz muitos benefícios a todas as partes envolvidas. Quando ocorre um acidente de trabalho, por outro lado, todos perdem. O trabalhador pode sofrer lesões e danos à sua saúde que o incapacitem para o trabalho e levem à perda de renda. Já a empresa pode ter perdas por danos a equipamentos e interrupção da produção, despesas com ações judiciais e danos à sua imagem junto aos colaboradores e clientes. Por fim, o Estado precisará arcar com os custos de atendimento hospitalar, bem como com os encargos sociais por afastamentos do trabalho e aposentadorias.

Contador de dias sem acidente de trabalho

Os benefícios em investir em segurança ocupacional, por outro lado, são muitos:

Redução nas quebras de produção aumentando a produtividade: muitas vezes um acidente dentro da empresa exige a paralisação de equipamentos ou mesmo de toda a linha de produção, o que pode representar prejuízos consideráveis para a organização. Além disso, os acidentes geram um clima de medo na produção, afetando consideravelmente a qualidade do serviço prestado e alimentando, em alguns bons funcionários, o desejo de deixar a empresa.

Reduz os custos para a empresa decorrentes de acidentes de trabalho: a atividade de prevenção de acidentes proporciona menos custos com afastamentos e despesas médicas. Além disso, ao respeitar a legislação e oferecer equipamentos de segurança, a empresa minimiza perdas financeiras decorrentes de ações judiciais.

Protege a imagem e reforça os valores da marca: investir em segurança demonstra preocupação e cuidado com os funcionários. Dessa forma, ao estimular a participação dos funcionários em treinamentos, cursos, e semanas de prevenção aos acidentes, a cultura de prevenção é assimilada à rotina e aos valores da empresa.

Reforça o compromisso dos trabalhadores para com a empresa: a prevenção de acidentes é uma via de mão dupla. Se, por um lado, é obrigação da empresa fornecer equipamentos de segurança e ambientes seguros, por outro lado é obrigação do colaborador o respeito às orientações de segurança e às medidas preventivas. Dessa forma, todo colaborador que compreende que está realizando sua atividade laboral de forma segura também se torna mais seguro de si e do trabalho que produz.

Trabalhadores da indústria são os mais expostos a riscos de acidentes
TV Corporativa - solução para Comunicação Interna

Ações básicas para evitar acidentes de trabalho

Sabemos que existem regras de prevenção específicas para cada atividade desempenhada em cada organização, mas podemos começar pelo básico. A segurança do trabalho é introduzida na cultura organizacional da empresa através de conscientização. É necessário adotar uma linguagem clara e que informe o colaborador quanto aos riscos e às medidas que deverão ser adotadas.

Algumas ações:

  • Forneça equipamentos de proteção individual: O uso de EPI (Equipamento de Proteção Individual) pelos trabalhadores é obrigatório, previsto na legislação trabalhista e devem ser fornecidos gratuitamente pelo empregador. Eles servem justamente para manter a integridade física do empregado, impedindo acidentes de trabalho, riscos de saúde e ações inesperadas.
  • Invista em treinamentos: a partir do momento em que ocorre um estímulo à conscientização, os trabalhadores ficam mais atentos e mais cuidadosos na execução das suas tarefas. Dessa forma, a observação às normas de segurança passa a ser mais respeitada pelos colaboradores. Trabalhe destacando o que são atitudes prudentes e imprudentes, fazendo reuniões e mostrando que o benefício é para todos.
  • Foque nos riscos: Uma das melhores ações em prol da segurança está em realizar um cuidadoso mapeamento de riscos da empresa. Uma vez que foram mapeados, é preciso colocar em ação um plano capaz de reduzir ou eliminar essas as falhas que poderão comprometer a segurança das pessoas.

Outras opções:

  • Faça uma programação de manutenções: Máquinas possuem tempo de vida e dependem de manutenções para operar com eficiência e segurança. Da mesma forma, as instalações prediais e seus sistemas elétricos, hidráulicos e demais equipamentos precisam de manutenções periódicas para funcionarem adequadamente.
  • Mantenha o ambiente organizado: Providencie a sinalização devida para todas as instalações da empresa. Oriente para que haja espaço livre entre as passagens, fiações reduzidas, chão limpo e tudo o que for necessário para um ambiente organizado e seguro. O objetivo é estabelecer uma cultura de ordem e prevenção.
  • Promova palestras com profissionais: Crie um calendário de palestras com médicos, nutricionistas, especialistas em segurança do trabalho, bombeiros, profissionais de educação física etc. Ademais, bem-estar, alimentação, atividade física, entre muitos outros, são temas que envolvem a saúde e segurança do trabalhador e sempre são atrativos. Organize de forma que todos possam tirar dúvidas e interagir.
Aviso de segurança - uso de equipamento de proteção

Como trabalhar a Segurança do Trabalho na TV Corporativa

Agora que já entendemos a importância de manter políticas de segurança no trabalho ativas dentro da organização, é preciso compreender como fortalecer essa concepção junto aos colaboradores. Apesar de parecer um tema simples, ainda mais para o ambiente organizacional, manter os colaboradores alinhados para o fortalecimento da cultura organizacional preventiva pode não ser uma tarefa fácil.

A conscientização dos funcionários é de longe a prática mais importante para uma gestão de segurança do trabalho bem-sucedida. Essa conscientização, contudo, é algo conquistado no longo prazo. Por isso é importante realizar campanhas de segurança o tempo todo, para manter sempre as informações de Segurança bem vivas na mente dos funcionários.

Para conscientizar é necessário engajar e, neste caso, inovar e utilizar meios tecnológicos pode ser essencial. A maioria dos trabalhadores que mais está exposta a riscos não tem acesso a um computador ou smartphone durante sua jornada. Por isso muitos empregadores utilizam a TV corporativa para comunicar eficazmente as suas mensagens de segurança com esse público. Desde um simples lembrete para usar equipamento de proteção até avisos sobre exames médicos, fornecer informações de forma atrativa melhora ainda mais a segurança e ajuda a reduzir os riscos no local de trabalho.

Esteja atento ao seu entorno

Colocar o mapa de risco em exibição na TV Corporativa é uma forma muito válida de reforçar essa informação. Por isso, quando bem elaborado, é um instrumento capaz de fornecer orientações a todos, inclusive visitantes da empresa.

Vantagens

A TV Corporativa não só pode ser utilizada para aumentar a sensibilização para a segurança, como também pode ser utilizada como uma ferramenta para promover uma vida saudável, o que, por sua vez, reduz os riscos para a saúde dos trabalhadores e melhora a sua qualidade de vida. Algumas empresas a utilizam até mesmo para incentivar o uso de escadas, dar dicas de nutrição ou divulgar grupos de exercícios.

Utilize a TV Corporativa para reforçar os temas das reuniões e treinamentos sobre segurança, bem como para divulgar atividades da CIPA. Utilizar esta ferramenta para fornecer notificações de segurança, educação e dicas é uma forma eficaz de reduzir acidentes e promover um ambiente de trabalho seguro e saudável.

Realize a manutenção periódica das instalações

É importante ressaltar que todas as medidas preventivas precisam ser comunicadas com muita seriedade. Uma política de segurança do trabalho efetiva, e que é comunicada efetivamente, deve transformar comportamento dos colaboradores e se incorporar à cultura da organização. Portanto, as lideranças tem o papel fundamental de servir de exemplo e levar muito a sério a segurança no ambiente de trabalho.

Quando o assunto é a segurança do trabalho, um pequeno erro pode representar uma grande tragédia. Sendo assim, o mais importante para evitar acidentes de trabalho é atuar na prevenção.

TV Corporativa - solução para Comunicação Interna

1 comentário em “Segurança do trabalho: prevenir sempre é melhor do que remediar!

  1. Pingback: Como a TV Corporativa está mudando a comunicação interna | PixBlog

Comentários estão fechados.