Mídia Digital Indoor: Tudo o que você sempre quis saber


Digital Signage em uma praça de alimentação

A Mídia Digital Indoor é o veículo publicitário que mais cresce no Brasil

O que é mídia digital indoor

O termo Mídia digital indoor se refere à utilização de painéis digitais de vários tamanhos (displays, TVs, monitores, painéis de led, videowall) para a comunicação visual em espaços fechados (lojas, shoppings, etc). Estes painéis digitais, também conhecidos como digital signage ou sinalização digital, podem exibir mensagens publicitárias, conteúdo informativo, de utilidade pública e de entretenimento. O conteúdo informativo serve como isca, captando a atenção das pessoas para depois apresentar o conteúdo publicitário. O digital signage se popularizou nos últimos anos, após as telas de LED e LCD terem se tornado mais acessíveis.

A queda dos preços das telas e demais equipamentos viabilizaram a expansão deste canal. Dessa forma, a publicidade em mídia digital indoor vem se tornando cada vez mais popular. As telas geralmente são instaladas em locais de grande fluxo de pessoas, tais como shoppings, academias, casas lotéricas, hotéis, elevadores, etc. A mídia digital indoor tem um enorme potencial de divulgação, que permeia os mais diversos ambientes. À medida em que os consumidores passam mais tempo fora de casa, as oportunidades de impactá-los dessa forma se expandem.

Vantagens da mídia digital indoor

A mídia digital indoor é muito mais atrativa, interessante e flexível que qualquer outra mídia estática. É também o mais eficaz e de menor custo quando comparado a outros meios publicitários. Pesquisas indicam que a mídia digital atrai mais a atenção da audiência que os meios tradicionais. Por isso e pelos motivos a seguir, é o veículo publicitário que mais cresce no Brasil.

Atinge o público certo

Atingir um público alvo com precisão é, talvez, uma das maiores vantagens da publicidade em mídia indoor. Seja segmentando uma faixa de idade ou um estilo de vida específico, cada grupo demográfico tem preferências semelhantes sobre os lugares que frequenta. Qual melhor lugar para divulgar uma loja de produtos fitness que a tela localizada em uma academia? Ou, para uma locadora de automóveis, veicular sua publicidade no lobby de um hotel? Como os displays digitais podem ser instalados praticamente em qualquer lugar, os anunciantes podem escolher transmitir os seus anúncios nos locais frequentados pelo seu público alvo.

Atinge o público da região certa

A publicidade em mídia digital indoor permite a segmentação geográfica da audiência. É possível anunciar em estabelecimentos de uma área específica (um bairro, uma cidade, uma região) na qual se deseja ganhar mercado. O cliente pode solicitar a inserção do seu anúncio na grade de programação em locais específicos ou em todos os terminais da rede. Quem se beneficia desta característica são os pequenos negócios locais, que conseguem atingir o público exatamente dentro da sua área de abrangência geográfica.

Tem custo muito baixo

Quando se avalia as opções para investir em publicidade, o retorno sobre o investimento tem grande importância. Devido ao baixo custo de veiculação, a mídia digital indoor é uma escolha econômica para empresas de todos os tamanhos. A mídia digital oferece a possibilidade de personalizar onde e quando cada conteúdo será exibido. Isso significa que um anunciante não irá pagar pela veiculação de um anúncio para o público errado.

Flexibilidade total

Uma rede de mídia digital indoor pode exibir múltiplas mensagens em uma mesma tela e atualizar o conteúdo a qualquer momento. Devido à sua natureza digital, a substituição de um anúncio não tem custo algum e pode ser realizada em instantes. Em outros meios, isto implicaria em custos de impressão, além do tempo para produção e distribuição de materiais gráficos. 

Alta receptividade do público

Devido ao alto tempo de permanência das pessoas nos locais onde os terminais de mídia indoor são instalados, o engajamento do público com o conteúdo exibido é alto. A atenção das pessoas é atraída facilmente por vídeos, mídias sociais, notícias etc. É possível veicular as principais notícias do dia ou segmentá-las de acordo com o público. São conteúdos sobre esportes, cinema e tv, economia, cultura, entre outros. Ao inserir este tipo de mídia na programação, aumenta-se a probabilidade dos consumidores serem atraídos pelo conteúdo dos anunciantes. As características tecnológicas deste meio também permitem que se use idéias originais e criativas para chamar atenção do público.

Como funciona uma rede de mídia digital indoor

Depois de instalada e configurada, uma rede de mídia digital indoor funciona quase autonomamente, com pouquíssima necessidade de intervenção e manutenção. Ao administrador da rede cabe apenas a responsabilidade de buscar novos anunciantes e atualizar a programação conforme necessário.

As redes de mídia indoor modernas tem funcionamento on line. O administrador da rede envia os arquivos do anunciante (no formato de vídeo ou imagem) por meio de uma aplicação web. Dessa forma, os arquivos ficam armazenados na nuvem e podem ser acessados pelos terminais remotamente. O administrador configura em quais terminais o anúncio deverá ser exibido, durante quanto tempo e em quais dias e horários ele será veiculado, de acordo com o que foi contratado pelo anunciante. Assim, os terminais se conectam à internet, atualizam a sua grade de programação e passam a exibir o conteúdo do anunciante de forma automática. Toda esta operação acontece em poucos minutos.  

Funcionamento de uma rede de midia digital indoor: (1) o administrador da rede cadastra as mídias nas grades de programação e (2) envia os arquivos para o armazenamento na nuvem. (3) Os players acessam a internet e sincronizam o conteúdo com a grade de programação.

Funcionamento de uma rede de mídia digital indoor. (1) O administrador da rede cadastra as mídias nas grades de programação. (2) Envia os arquivos para o armazenamento na nuvem. (3) Os players acessam a internet e sincronizam o conteúdo com a grade de programação.

Algumas redes de mídia mais antigas funcionam baseadas em pen drives. A diferença é que o administrador da rede precisa gravar inúmeros pen drives com cópias da programação e se deslocar fisicamente até cada terminal para fazer a atualização. Caso algum cliente deseje realizar alterações no seu anuncio no dia seguinte, é preciso repetir toda a operação de substituição dos pen drives novamente. Este método consegue atender uma rede pequena, com 3 ou 4 terminais, mas a gestão do conteúdo se torna mais complexa à medida que a rede se expande. Imagine o desafio logístico e o tempo necessário para esta operação em uma rede com 30 ou 40 terminais localizados em cidades diferentes. Por isso é cada vez maior a adesão ao modelo on line.

Como iniciar uma rede de mídia digital indoor

O mercado de digital signage no Brasil está em expansão e é um dos que mais atrai empreendedores. O segmento da publicidade digital indoor apresenta crescimento maior que as mídias tradicionais, como outdoors, anúncios em rádio e TV, de acordo com a ABMOOH. Ao contrário dos outros veículos publicitários, é possível iniciar uma empresa de mídia indoor com baixíssimo investimento inicial.

Isso não significa, no entanto, que um empreendimento deste tipo não exija muito planejamento. O planejamento é uma  das etapas mais importantes no início de qualquer empreendimento. É necessário elaborar um plano de negócios, realizar estudos de mercado, planejar o fluxo de caixa, entre outras atividades.

Durante o estudo de mercado o empreendedor deverá identificar características qualitativas e quantitativas do mercado em que pretende atuar. Esta análise serve para que se conheça os desafios do segmento, o seu público-alvo (tamanho, perfil social e econômico), a concorrência e as oportunidades. O Sebrae disponibiliza um guia muito didático para a realização dessa etapa.

O passo seguinte é elaborar um Plano de Negócios. Este é um documento que ajuda o empreendedor a encontrar a melhor forma de atuar no mercado. O plano funciona como um guia para definir a alocação de recursos humanos, tecnológicos e financeiros. Com ele é possível identificar oportunidades e antecipar possíveis dificuldades para o negócio. Tanto o Sebrae  quanto o Instituto Endeavor disponibilizam materiais que podem auxiliar nesta etapa.

Quais os melhores locais para instalar uma rede de mídia indoor

A localização das telas é um aspecto essencial para garantir um bom retorno aos anunciantes. O mercado de mídia indoor vem se expandindo e qualquer estabelecimento que tenha um grande fluxo de público pode ser um ponto de ativação de mídia. É importante selecionar os locais onde as pessoas estejam mais receptivas ao conteúdo. Os terminais são geralmente instalados em pontos de espera forçada, locais de circulação de pessoas e em pontos de venda. Universidades, aeroportos, academias, lotéricas, filas, elevadores, shoppings centers, salas de espera, terminais rodoviários, salões de beleza, restaurantes e bares são alguns exemplos de locais onde a mídia indoor apresenta boa receptividade. Para cada local escolhido, deve-se fazer um levantamento e registrar qual o público que costuma frequentá-lo, quais atividades eles realizam ali e quanto tempo passam no local. Dessa forma os anunciantes poderão escolher quais os pontos que irão atingir o seu público alvo com mais precisão.

Os terminais de mídia indoor são localizados em estabelecimentos com um público identificável que pode ser medido. A audiência pode ser mensurada baseada no tempo de permanência das pessoas nesses estabelecimentos. Estabelecendo este tempo de permanência, é possível determinar a quantidade de anúncios aos quais cada pessoa estará exposta. Dessa forma é possível calcular o alcance de cada campanha para que os anunciantes possam calcular o retorno sobre o seu investimento.

Ao selecionar os locais para instalação dos terminais, um elemento essencial  a ser analisado é a disponibilidade de internet. Hoje em dia, quase todos os estabelecimentos comerciais utilizam ou disponibilizam internet por meio de wi-fi. É por meio desta conexão que o terminal irá receber as atualizações, acessar as mídias a serem exibidas e atualizar o conteúdo dinâmico, além de permitir o gerenciamento remoto do terminal. Caso não haja disponibilidade de internet no local, é preciso considerar outras formas de prover conectividade, como conexão 4G por meio de um telefone celular, por exemplo.

monitor de digital signage para rede de midia indoor operando dentro de elevador

Os locais mais adequados para instalação dos terminais de mídia indoor são aqueles onde há alguma espera forçada e pouca competição pela atenção do público.

Qual o Equipamento necessário para uma rede de mídia indoor

Uma rede de mídia indoor exige basicamente três tipos de equipamentos: telas, players e acessórios.

Telas

As telas podem ser monitores ou TVs LCD, LED ou plasma, painéis de LED, projetores ou equipamentos de videowall. Por seu preço acessível, facilidade de instalação, alta disponibilidade no mercado e boa qualidade de imagem, as TVs de LED ou LCD para uso doméstico são amplamente utilizadas em redes de mídia indoor. No entanto, eles não são os equipamentos mais indicados para esta finalidade.

Chamados de LFD (Large Format Display), os monitores para uso profissional apresentam inúmeras vantagens sobre os equipamentos para uso doméstico. Estes monitores são projetados para o uso intenso em ambientes adversos e são desenvolvidos para uso contínuo por longos períodos. Eles podem permanecer ligados 24 horas por dia, 7 dias por semana sem superaquecer ou apresentar outros problemas. Seus componentes suportam maiores variações de temperatura e de tensão elétrica e são mais resistentes à poeira. Isso garante uma vida útil muito superior quando comparados aos equipamentos comuns. Os monitores LFD também possuem alto brilho e uma camada anti-reflexo, sendo mais adequados para operar em ambientes com alta luminosidade.

As TVs ou monitores de uso doméstico são projetadas para uma utilização durante poucas horas por dia e em ambientes menos agressivos. Mesmo com o uso intenso, os equipamentos domésticos podem até não apresentar problemas grave de funcionamento. Porém, certamente irão apresentar manchas na tela e perda de brilho após poucos meses de uso. Isto prejudica severamente o desempenho da exibição. Pela sua qualidade superior e adequação a condições severas de uso, os monitores profissionais LFD, apesar de mais caros, são os mais indicados para a operação em uma rede de mídia.

Não há limites de tamanhos quando se fala em displays para mídia digital indoor

Não há limites de tamanhos quando se fala em displays para mídia digital indoor

Player

Cada tela, para receber o conteúdo da internet e reproduzir a grade de programação, precisa estar conectada a um dispositivo, conhecido também como player. Estes equipamentos podem ser computadores, notebooks ou mini PCs. Os dispositivos mais utilizados são mini PCs executando o sistema Android. São equipamentos compactos dedicados a executar exclusivamente o aplicativo para reproduzir o conteúdo.  

Existe uma gama de dispositivos com as mais variadas especificações e faixas de preço. Muitas empresas cometem o erro de adquirir os players antes de verificar a sua compatibilidade com os aplicativos. Diversos players, principalmente os modelos mais econômicos, não possuem a capacidade de executar as aplicações de forma satisfatória. Eles apresentam superaquecimentos, travamentos e outros problemas que podem deixar as suas telas inoperantes. O mais indicado é fazer um levantamento junto ao fornecedor do software para gestão de conteúdo quais os modelos de players compatíveis com o seu aplicativo. Muitos fornecedores comercializam também os players com o seu aplicativo já pré instalado e configurado. Isto garante que o dispositivo terá o desempenho adequado e ainda livra o comprador da tarefa de instalar e configurar o aplicativo em cada player.

Apesar de ser possível utilizar nesta função computadores desktop ou notebooks, eles não são a alternativa ideal. Muitas vezes  elas estarão instaladas em locais elevados ou em locais onde não é possível encaixar um gabinete. As dimensões volumosas destes equipamentos dificultam sua fixação junto às telas. O preço e o consumo de energia elevados são outros fatores que os tornam opções menos vantajosas para uma rede de mídia indoor.

Acessórios

Além das telas e dos players, é preciso providenciar também todos os cabos, conectores, extensores e adaptadores necessários, de acordo com o projeto e com o conjunto de equipamentos utilizados. Some-se a isso todos os acessórios para fixação e estruturas de suporte, segundo as exigências de cada local.

A importância de um bom Software Gerenciador de Conteúdo

O Software Gerenciador de Conteúdo é algo negligenciado por muitas empresas. É, todavia, um aspecto fundamental para a operação de uma rede de mídia indoor eficiente. É por meio dele que o administrador da rede irá gerenciar a programação e monitorar o funcionamento dos terminais. Sua interface deve ser fácil de navegar e ter uso intuitivo. Isto é essencial para que o empresário gaste seu tempo com o que realmente importa, trazendo novos anunciantes para a rede, em vez de perdê-lo no gerenciamento das telas.

É por meio do Gerenciador de Conteúdos que será definida a grade de programação de cada player. O usuário irá enviar arquivos, criar playlists e determinar a veiculação de cada anúncio. É por meio dele também que serão selecionados os conteúdos dinâmicos, as notícias, e o conteúdo de entretenimento que constarão na programação. O gerenciador de conteúdos também é responsável por administrar o armazenamento dos arquivos de mídias e enviá-los aos players nos quais devem ser exibidos.

O Gerenciador de Conteúdos também deve permitir o monitoramento remoto em tempo real de todos os players da rede. Ele deve trazer informações sobre a operação e o status de cada terminal. Dessa forma é possível realizar remotamente procedimentos de manutenção e detectar anomalias no funcionamento dos players. Exceto por falhas de hardware, praticamente todas as irregularidades podem ser corrigidas remotamente através das ferramentas de manutenção do gerenciador de conteúdos.

O software adotado deve também permitir a geração de relatórios de exibição. Assim os anunciantes podem verificar o número de inserções que os seus anúncios tiveram, em quais locais e durante qual período foram veiculados. É uma função essencial para auditoria e prestação de contas.

Os softwares mais completos do mercado incluem ainda algumas ferramentas de criação e edição de conteúdo. Ainda que sejam mais simples que ferramentas profissionais de edição (como Photoshop, ou After Effects), são recursos muito úteis para a criação de mídias mais simples. Geralmente são disponibilizados modelos editáveis que podem ser personalizados pelo usuário, o que facilita o processo de criação.

O iMídiaTV, software gerenciador de conteúdos da Pix Midia é um dos mais completos do mercado, utilizado para controlar mais de 2000 telas pelo Brasil inteiro. Você pode saber mais sobre ele neste outro artigo ou ainda solicitar uma demonstração e conferir pessoalmente todas as suas funcionalidades.

Um bom software de gerenciamento permite o monitoramento remoto de todos os terminais da rede de mídia

Um bom software de gerenciamento permite o monitoramento remoto de todos os terminais da rede de mídia

Pra finalizar

A mídia digital indoor é uma ótima oportunidade para iniciar um novo negócio. O mercado da mídia indoor vem crescendo a cada ano no Brasil. O investimento nesse tipo de mídia já passa a fazer parte do planejamento de publicidade das grandes empresas. É um empreendimento que exige baixo investimento inicial e que permite uma expansão gradual.

Você pode gostar...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *