10 formas de acabar com a motivação da sua equipe

10 maneiras de acabar com a motivação da sua equipe
Motivação? HAHAHAHAHAHAHA!

Existe atualmente toda uma indústria de consultorias dedicadas à motivação de funcionários. A ideia de precisar contratar uma empresa para fazer isso, contudo, é absurda. Não há exercício, palestra, retiro de final de semana ou reunião com o RH capazes de motivar os membros de uma equipe se eles não confiarem no seu líder e uns nos outros. Gestores por toda a parte acham que conseguem motivar seus funcionários por meio de recompensas e punições. Na verdade, todo mundo sabe que isto não funciona. O máximo que se consegue ao manter as pessoas sempre com medo é uma colaboração relutante. Quando foi a última vez que você viu alguém realizar algo importante dessa forma?

Confira a nossa lista com 10 jeitos fáceis que um gestor (ou todo um time de gestores) pode usar para acabar com a motivação de qualquer equipe:

Parabéns! Você seguiu todas as dicas deste artigo!
Parabéns! Você seguiu todas as dicas deste artigo!
  1. Cobre metas da sua equipe, mas não pergunte como eles estão se saindo, do que eles precisam ou como gostariam de priorizar os projetos. O melhor modo de desmotivar alguém é tratá-lo da mesma forma que um equipamento, em vez de como um colaborador.
  2. Não fale sobre os planos do departamento ou da empresa. Como as pessoas se importarão com seu trabalho quando não fazem ideia de como ele contribui para os objetivos da organização?
  3. Divida seu time elegendo favoritos. Mude com frequência os integrantes dessa lista para que ninguém saiba se está fazendo um bom trabalho ou está prestes a ser demitido. Sem saber qual a sua situação, as pessoas não conseguem evoluir.
  4. Use punições como elemento motivador para que todos trabalhem mais. Diga “Se você não quer este trabalho, tem muita gente que quer!”.
  5. Quando sua equipe tiver uma conquista, não comemore. Em vez disso, diga o que eles podem fazer melhor da próxima vez.
  6. Fique na sua sala e não responda mensagens ou emails. Até o mais dedicado funcionário acaba desistindo quando não recebe nenhuma atenção do seu gestor.
  7. Dificulte a interação da sua equipe com os demais setores. Depois de algum tempo alheios à participação e à colaboração, eles irão abstrair e produzir apenas o mínimo.
  8. Sobrecarregue seus empregados de modo que não tenham nenhum tempo ocioso. Não importa o quanto se empenhem, eles devem estar sempre atrasados nas suas tarefas. Por que alguém se esforçaria, se, não importa o quanto trabalhe, nunca conseguirá entregar tudo o que precisa?
  9. Regras e normas rígidas devem ser o alicerce da sua gestão. Sempre que tiver a oportunidade, deixe claro que você está atento a cada atitude incorreta e que os empregos deles estão em risco.
  10. Enfatize que todos são facilmente substituíveis. Assim ninguém vai criar qualquer expectativa de progressão na carreira. Já que nenhum empenho extra é valorizado, por que alguém se daria a este trabalho?

Felizmente, os gestores estão aprendendo a liderar por meio da confiança. Em vez de cobrar as metas semanais, eles tentam melhorar a comunicação, esclarecem as responsabilidades e falam sobre as estratégias da empresa. Eles sabem que a cultura de uma empresa é importante e que não se consegue motivar alguém por meio de cobranças. Não é preciso criar “programas motivacionais” para engajar as pessoas. Seus colaboradores tem conhecimentos, motivação e inspiração para contribuir. Em um ambiente humano e de confiança, o único anúncio sobre metas será “Parabéns, pessoal, ultrapassamos a meta novamente! Vocês são demais!”

Veja como a TV Corporativa pode ajudar a sua empresa a se comunicar melhor e aumentar o engajamento dos seus colaboradores
Veja como a TV Corporativa pode ajudar a sua empresa a se comunicar melhor e aumentar o engajamento dos seus colaboradores

Deixe uma resposta